Amigos do blog

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Dica de Livro: AS CINCOS LINGUAGENS DO AMOR do Dr. Gary Chapmam

Esta semana no twitter uma amiga me pediu emprestado esse meu livro. Ao pegá-lo na estante pra colocar na bolsa pra levar pra ela pensei: _Taí, uma dica maravilhosa pra minhas amigas blogueiras. 
Meninas, esse livro é simplesmente tudibaum pra casal... Me ajudou mt a melhorar o relacionamento com o maridão quando descobri a linguagem de amor dele. Parace bobagem mas, descobrir isso fez uma diferença enoooooorme na nossa vida amororsa. Ahhh, ele tb leu viu!!



Então vamos falar um pouquinho sobre ele...

O Dr. Chapmam, após trinta anos aconselhando casais e famílias, ficou convencido de que existem cinco linguagens básicas pelas quais o amor é expresso e compreendido.
Cada ser humano nasce com uma forma de identificar, dar e receber amor. É o que o livro chama de "linguagem" e às diferentes formas de expressá-la de "dialetos".   Tentar expressar amor em sua própria linguagem à alguém que possui outra é o mesmo que fazer uma declaração em hebraico pra alguém que só fala alemão!
 

O primeiro passo é identificar qual a sua linguagem, e em seguida qual a do seu cônjuge. Com isso será possível tanto expressar amor de forma que a pessoa se sinta amada como também levar seu cônjuge à percepção de qual é a linguagem que faz com que você receba de forma efetiva sua expressão de amor.
 

As cinco linguagens são:
 Palavras de Afirmação: são sentenças expressas em: elogios como "a janta estava ótima", afirmações, (ex:acho que você faz isso muito bem), e incentivos como "vai dar tudo certo";
 Qualidade de Tempo:é a dedicação de um tempo exclusivo, ainda que pequeno. As expressões ou dialetos podem ser: conversas de qualidade, passeios, assistirem tv juntos, etc;
 Presentes: o que menos importa é o valor financeiro. Pode ser: colher uma flor, comprar uma pizza, dar uma jóia.
 Gestos de Serviços: aqui o que você faz fala mais alto do que qualquer palavra. Dialetos:
lavar a louça, consertar a fechadura, levar o lixo pra fora, etc;
 Toque Físico: o importante é saber quando, como e onde tocar a pessoa.Ex: beijos, abraços, cutucão com o cotovelo, por a mão no ombro, relações sexuais, etc;
 

Todos têm uma linguagem principal, e ainda que você diga "eu te amo" nas outras quatro linguagens seu cônjuge continuará sentindo apenas sua indiferença.O importanre é usar a linguagem correta constantemente e se aperfeiçoar em conhecer dia a dia todas as formas, ou, dialetos pelos quais sua expressão é entendida da forma mais efetiva. 

Experimente: o amor é incrível e os resultados ainda mais!... 

Curiosidade: O Dr Champmam ou "Doctor Love" (Doutor Amor, como é conhecido nos EUA) já escreveu mais de 30 livros, todos sobre relacionamento afetivo, o que faz dele um dos maiores autores mundiais no gênero. Prova da atualidade e perenidade dos conceitos criados por ele é que a publicação do livro As cinco linguagens do amor, lançado em 1992, ainda hoje figura na lista dos mais vendidos do jornal The New York Times.  

3 comentários:

Eliane M. disse... [Responder]

Legal isso. Vou procurar ler e ver o tipinho do marido, assim.. foco né rsrs

Bj

Eliane

Jack Ulhôa disse... [Responder]

Eu ja comecei a ler, muito bom mesmo. Daqui uns dias os resultados no relacionamento deve começar a aparecer :D

bjs Pri!

Anne disse... [Responder]

Nossa, parece ser mesmo bastante interessante!
Eu já tinha ouvido falar do Dr Chapman e desse trabalho dele,mas não conheço ainda o livro.

Fica a dica aqui pra mim, rsrs

Beijos flor, tenha um ótimo final de ano!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...